Se for copiar algum poema ou texto desse blog, favor citar a fonte (colocar o nome da autora e o endereço do blog)

sábado, 29 de janeiro de 2011

Encaixar ou não? Eis a questão.... - Pricilla Camargo Diniz

" prefiro-me fragmentada, pois, quando me mostro completa as pessoas não gostam de mim!"


" É vero, não sou triste. Sou introspectiva às vezes, mas isso incomoda muito as outras pessoas em minha volta. E não quero me importar com isso.
Cada ser é cada ser... não se pode modelar todos da mesma forma e nem do mesmo jeito.
Todas as cores tem diferentes nuances, é por isso que o arco-íris é tão belo, pois privilegia cada cor.
Será que me encaixo? Será que devo me encaixar? Será que quero me encaixar? Essa contradição bate sempre a minha porta, e o mais engraçado é que ela vem sozinha, jamais traz a resposta. É fácil, basta apenas construir uma caixa de chumbo em minha volta... e pronto! Parar de sofrer. Será que é tão fácil? Será bom? Não sei... só queria experimentar."

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

até q o computador ou a rotina os separe - pricilla camargo diniz

era uma vez uma casal recém casado... eles eram felizes... mas na hora de estarem juntos, cada um pegava o seu computador e ficavam até altas horas. às vezes se falavam por msn, outra vezes qdo iam beber água passavam um pelo outro, mas apenas passavam...

o sexo era ótimo... mas estava ficando mecânico...

a mulher era mto transparente mas mtas vezes para agradar seu companheiro dizia q nada a estava incomodando...

mas vocês sabem como são as coisas...

um dia o balde entorna...

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

"milagre de viver, é viver dependente ao dom de amar"- pricilla camargo diniz/ 1994





‎"chove em mim... chove pra lavar minhalma... chove para sair as impurezas do meu espírito... chove... lava... mas deixa tudo organizado..." pricilla camargo diniz
18/01/2011

o cuidado com as palavras

"as palavras precisam de cuidado para sairem... senão vira um turbilhão e ninguém segura... as palavras precisam de um tempo para maturar... precisam de um cadiquinho de sossego dentro da gente... pq senão arrebentam tudo qdo vão embora" - Pricilla Camargo Diniz