Se for copiar algum poema ou texto desse blog, favor citar a fonte (colocar o nome da autora e o endereço do blog)

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Gosto assim - Pricilla Camargo Diniz (A fada de olhos azuis)

Gosto de preencher meu livro de histórias da minha vida, com histórias legais, de bons tempos e boas lembranças. Gosto de ir além do passado e trazer de lá pessoas significativas.Pessoas que valham a pena. Acalento na minha vida, coisas e situações que me façam refletir. Não gosto de andar por andar... tento não desperdiçar meus passos... gosto de coisas duráveis... que pelo menos não causem dores ao serem recordadas. Gosto de coisas descomplicadas. Gosto de ser feliz, por que a vida se torna menos pesada. É menos frustrada. (Não que a vida não tenha sofrimento)... mas é que gosto de chorar todo o sofrimento de uma vez, para não atrapalhar-me a conquistar outras possibilidades melhores. Gosto de conversa franca, sem grosserias e sem pesar. Gosto de flores... Gosto de sabores... E de livros. Gosto de brisa. Gosto de frio. Gosto de edredom e de chá. Gosto de melodia. Gosto de ritmo e de poesia. Gosto da minha vida assim. Gosto assim, pois, assim ela me permitiu estar aqui.

Sou Composta - Pricilla Camargo Diniz ( A fada de olhos azuis)

escrita dia 26/04/2012 Sou composta de várias coisas. Fui determinada pelos ladrilhos percorridos. Pelos amores vividos... Pelos sorrisos que dei. Pelos vídeos que vi. Pelos banhos que tomei, para jogar as tristezas pelo ralo. Sou composta de material orgânico, Mas o que me descreve melhor é minha fórmula etérea... As minhas buscas e minhas quimeras. Sem deixar de lado as minhas lutas. Sem deixar de lado as bandeira que carrego, e as jornadas que escolho. Sou o resultado Da casa que arrumo... Dos versos que escrevo. Dos beijos que dou. Dos carinhos que recebo. E das lágrimas que cultivo e que fazem meu jardim interno crescer.