Se for copiar algum poema ou texto desse blog, favor citar a fonte (colocar o nome da autora e o endereço do blog)

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Gozo - Pricilla Camargo Diniz

Espaço...
Abismo... vazio...
Mente vaga...
Bala doce...
Teclas quebradas...
Escrita embaralhada

Antônimo
Falo prazeroso...
Vibrador... gozo forçado - mecânico....
Líquido esbranquiçado
Não tem motivo
Pernas abertas...

Tela ligada
Vazio... escuro...
Janelas indiscretas
Bobagens
Palavrão!
Diversão
Programação da armadura

Um comentário:

sophiacc disse...

Não entendo, você diz que quer ser livre, amar intensamente, viver plenamente... O que a impede de tal façanha? você é linda, pode fazer o que quizer da vida, pode viver no extremo e conhecer os prazeres ocultos da sua carne e alma, mas lembre-se, tudo tem um PREÇO, e disso eu conheço bem. beijos!